Brasil em festa; o ator inimigo do povo de direita José de Abreu vai fugir para a Nova Zelândia

07/02/2020

Vendo se aproximar a enxurrada de processos por difamação e calúnias perpetradas contra pessoas corretas como Regina Duarte e outros, o nefasto inimigo do bem, além de caluniador é covarde e prepara fuga. Para o Brasil isso é muito bom, pois se ficasse por aqui acabava sendo protegido pelo STF e a coisa não ia dar em nada como acontece com o Glenn, que por mais bandido que seja nunca vai preso.

O ator é alvo de pedidos de punição pela PGR e processado pelo PSDB além de ter como inimigos toda a direita do Brasil que não concorda com suas agressões em detrimento de tudo que é bom no país. Claro, que respaldado por muito dinheiro e praticamente já morando fora, é fácil agredir o governo e as pessoas de bem.

Mesmo assim, esse caluniador vai mudar-se com a noiva de Bali, onde estão, para a Nova Zelândia. Já que falam tão mal do capitalismo, é de se estranhar que se mudem justamente para um paraíso do consumismo e da boa vida. Espera-se que esquerdistas de primeira se mudem para Cuba, Venezuela, Argentina...

Se a moda pegar, vai ser muito bom para o Brasil. Figuras como Caetano Veloso, Gilberto Gil, Chico Buarque, e a turminha da Globo, que malham sem parar o Governo, já deviam estar longe. Pois se não estão contentes com a menor inflação de todos os tempos, com crescimento de empregos, com seguro obrigatório dos veículos quase zerado, com a enxurrada de investimentos estrangeiros de entram no país e centenas de outras coisas boas, o melhor é sumir. Os brasileiros agradecem.

Sobre o ator inimigo do povo Carla Zambelli diz o seguinte em rede social:

"Minha solidariedade ao José de Abreu, que passará os próximos anos brutalmente oprimido pelo capitalismo ultraliberal e selvagem da Nova Zelândia.

Que logo ele possa sair dessa situação adversa e se mudar para um paraíso socialista, como Cuba, Coreia do Norte ou Venezuela."

Talvez o que mais tenha assustado o ator, foi sua mais recente ofensa a Regina Duarte, que acaba ofendendo todas as mulheres. Por esse motivo o secretário de Direitos Humanos da Procuradoria Geral da República, Ailton Benedito, encaminhou dia 4 de fevereiro ofício ao Ministério Público Federal de São Paulo, recomendando que o órgão tome providências relativas às ofensas do ator contra sua colega Regina Duarte.

O medo bateu e o nefasto ator percebeu que não está mais num Brasil de esquerda, que agora, tem lei e que seus milhões podem rolar em processos.

Brasileiros do bem comemoram a fuga dessa figura e torcem para que fique por lá e não volte nunca mais. (Leonardo Bezerra)