Cresce o número de traidores que difamam o Governo e o país no exterior

05/02/2020

Esquerdistas de todos os tipos aproveitam-se da distância e impunidade para malhar o Governo no exterior. A mais recente figurinha do mau é Petra Costa, que por ter produzido um documentariozinho ralé, o "Democracia em Vertigem", se acha a "grande produtora", com direito a falar mentiras contra o Brasil.

A tal diretorazinha, especialista em distorção da verdade, não é só uma traidora, como também mentirosa de primeira. Aproveitando-se do desconhecimento que as pessoas tem do Brasil, deu azas a imaginação com as mentiras mais assombrosas como: (palavras dela) "que Bolsonaro está perseguindo os gays, negros sendo assassinados, mandando queimar a floresta amazônica e que o crime cresceu". De onde ela tirou isso? Simplesmente da pura maldade que há em seu coração.

Claro que seus objetivos são, por um lado, agradar seus chefes esquerdistas como Lula e Dilma, por outro, com a finalidade de fazer de tudo para chamar a atenção pensando em ganhar um Oscar.

É simplesmente uma traidora descarada tentando chamar a atenção para sua produçãozinha fracassada às custas do Brasil, sem se importar um pingo, com a difamação que está fazendo do país e do Governo.

Eis o que diz o ator Carlos Vereza indignado:

"Acabei de assistir uma entrevista da Petra Costa, 'diretora' do 'documentário' Democracia em Vertigem!

Desculpem o termo: é uma canalha! O que ela está falando do Brasil é inacreditável!

Que Bolsonaro está perseguindo os gays, os negros sendo assassinados, o presidente mandando queimar a floresta amazônica, que ao contrário das estatísticas, o crime cresceu 20%!

Patife! É essa a narrativa que a esquerda faz no exterior!"

A esquerdista recebe aplausos de toda a esquerda que, em decadência, se agarra a qualquer coisa para aparecer. Artistas como Caetano Veloso e outros e além dos políticos esquerdistas, veem na mentirosa uma deusa corajosa e triunfante. Claro que com gente da mesma laia não podia ser diferente. 

A narrativa dessa esquerdista aconteceu em entrevista nos Estados Unidos, mas o país que mais persegue o Brasil no momento é a França. Por lá há uma quantidade muito grande de brasileiros esquerdistas apoiados pelo governo de Macron que diariamente fazem de tudo para deturpar a imagem do presidente Bolsonaro e do Brasil. O jornal Le Monde por exemplo, é recheado de matérias difamatórias todas bem longe da verdade.

Muitos brasileiros que estão por lá já há muito tempo, metidos a intelectuais, já sem nenhuma noção do Brasil verdadeiro não deixam de massacrar o país, simplesmente porque não somos mais um país de esquerda.

Não podia ser diferente; França, um país fracassado em todos os aspectos em plena decadência sendo recolonizado por mulçumanos e esquerda causadora de todos os ales que destroem as nações, morrem de inveja quando vê o sucesso do Brasil novo em pleno crescimento com o Governo Bolsonaro. (Leonardo Bezerra)