João Doria pede para Paulo Guedes deixar o ministério e recebe resposta humilhante

01/05/2020

O governador João Doria passou a ser o personagem mais odiado de São Paulo. Não só por sua falta de tato ao lidar com a população, como também por ir diretamente contra Bolsonaro, justamente na maior cidade bolsonarista do país. Ao lado do governador do Rio de Janeiro e uma turma da pesada de Brasília, não mede esforços em criticar o governo esquecendo que usou o nome de Bolsonaro para se eleger.

Para piorar a situação do governador e tirar alguma dúvida de quem ainda tinha, vazou um diálogo entre ele e Paulo Guedes, divulgado pela CNN.

Na conversa ele aconselha o ministro a sair do governo, como fez Moro. Claro que com o intuito de enfraquecer Bolsonaro e piorar ainda mais a situação do país que tanto depende nesse momento de seus ministros.

Mas a resposta de Guedes foi avassaladora, honesta e firme deixando o governador na vergonha. Eis o diálogo segundo a CNN e Jornal Cidade Online:

"João Doria - Paulo, estou te ligando não como governo, mas como amigo. Quem sustentava governo era o Sergio Moro e você. Agora sobrou você. Você é muito admirado. Em nome da sua biografia, quero te dar um conselho: desembarque do governo agora.

Paulo Guedes - João, eu agradeço sua ligação, mas não sou eu que sustenta o governo Bolsonaro. Quem sustenta o governo é o povo que elegeu o presidente. Ele tem 1/3 de apoio. E o outro 1/3 que fica no meio do caminho depois vai apoia-lo. João, o país vive um momento democrático que é barulhento, mas virtuoso."

O pior erro que pode cometer um político é o de pensar que só existe uma eleição; aquela que o elegeu. O pior ou melhor para o povo, é que a maioria cai nesse erro. Demonstram em seus mandatos verdadeiramente quem são e o povo do Brasil não é mais bobo. O que significa nunca mais ser eleito. (Leonardo Bezerra) DEIXE SEU COMENTÁRIO