Lula e o Papa Francisco; dois fracassados tentando se apoiar um no outro contra o Brasil

14/02/2020

O que há de comum entre Lula e o Papa Francisco? Há muita coisa, mas a principal delas é o fracasso. Um fracassou e destruiu um país até chegar ao fundo do poço que é a cadeia. Outro, movido pela ambição, destronou o Papa anterior para montar uma ditadura que só tem apresentado fracasso, dividindo a igreja e falando asneiras o tempo todo.

Lula, o maior ladrão do mundo, tem uma ânsia de poder e de exibicionismo exacerbada. Quando saiu da cadeia mesmo como condenado, pensou que levantaria as massas, que seria aclamado como o grande salvador do povo. Mas se deu mal. Por onde passou só levou ovo na cara e xingamentos. Passou então dar seus discursos de ódio para quatro gatos pingados em ambiente fechado para não levar ovos na cara.

Ouça nossos programas na página inicial

Apesar da lição, Lula não desiste, se sente o grande astro e quer plateia a todo custo. Vendo as grandes multidões de evangélicos que acompanham e aplaudem Bolsonoro, fez de tudo para se infiltrar nesse meio. Pediu para a turma no PT montar núcleos dentro das igrejas evangélicas e andou perto de virar pastor. Mas para um descrente total, era evidente que isso não ia dar certo e logo foi desmascarado e seus interesses ficaram evidentes.

Agora, restou-lhe tentar chegar aos católicos, que sempre o viram como um bandido que em nada combina com catolicismo. Assim planejou essa visita ao Papa Francisco, que é descaradamente de esquerda e anticristão, pois seus atos e palavra não deixam a menor dúvida.

Para um Papa amigo dos piores ditadores comunistas da América Latina, receber o maior ladrão do mundo é fichinha. Só que esse Papa está cometendo o maior erro que se podia imaginar. Está dando um verdadeiro tapa na cara do povo do pais mais católico do mundo. Receber um ladrão condenado em três instâncias é também uma agressão ao nosso Poder Judiciário, pois Lula está solto por ação de seus apadrinhados do STF, mas não deixa de ser um condenado da justiça brasileira.

Essa recepção ao Lula é uma transgressão e mostra de agressão ao povo brasileira que não aceita Lula. É ao mesmo tempo, um aval do maior líder religioso ao maior ladrão da história. É o mesmo que dizer que concorda com todos os roubos, com todas as falcatruas, com os milhares de pessoas que morreram em hospitais brasileiros sucateados enquanto Lula distribuía dinheiro público aos amigos e a países de ideologia comunista. É o mesmo que concordar que crianças não aprendem ler nas escolas pois os professores estão ocupados em inculcar-lhes ideologias. É concordar com os milhares de desempregados e com toda a ruina que o PT de Lula promoveu no Brasil durante sua gestão.

Esse Papa tem a cara de Lula, tem sido uma vergonha para o Catolicismo. Praticamente dividiu a igreja entre tradicionais e os incautos que o apoiam. Não se pode esquecer o recente Sínodo da Amazônia, promovida por ele, uma verdadeira aberração com a tentativa de misturar cristianismo com práticas pagãs dos índios. Enfim, um Papa que em cada palavra irradia erro e ódio ao bem e ao correto da tradição católica.

Lula vai voltar se achando cheio de poder e pensando que pode chegar agora aos católicos, já que fracassou entre os evangélicos. Mas é pura engano. Os católicos do Brasil vão espera-lo sim, mas com "ovos". (Leonardo Bezerra)