MST agonizante sem conseguir mais invadir terras vandaliza Ministério da Agricultura

10/03/2020

O último suspiro de um movimento agonizante, cheio de ódio, inveja, agressão e maldade pode ser visto nesta segunda-feira, dia 9 com a invasão e depredação do Ministério da Agricultura. Um ato já sem nenhum sentido pois não há mais o que reivindicar nesse Brasil novo que não aceita invasões de nenhuma espécie. Mesmo assim, pode-se ver a que ponto chegam esses meliantes.

Uma turma de bandidos mascarados de militantes de esquerda, mostraram uma vez mais sua agressão agora contra um edifício de onde nada podiam levar ou aproveitar. Apenas movidos por sua própria maldade pois no Governo Bolsonaro MST não é mais considerado um movimento e sim um quadrilha de bandidos.

Os meliantes, incluindo muitas mulheres, todos mascarados como convém a bandidos, depredaram tudo que encontraram pela frente e jogaram tinta vermelha nas dependências do edifício além de haver pichado do lado de fora.

Uma coisa feia, de uma cretinice alarmante e um ato fora da lei que merece a punição com todo o rigor da justiça. Isso se não aparecer rapidamente um padrinho do STF para protege-los como tem acontecido com outros bandidos.

As tintas e os reparos podem ser feitos sem nenhum problema no edifício do Ministério, mas o que ficou foi a mancha não no edifício mas, uma vez mais nesta esquerda e principalmente no PT, que a cada gesto se afunda e coloca a população do Brasil indignada e pronta para não votar em ninguém desse partido nunca mais.

Parabéns PT, continuem afundando com a feiura e violência de seus atos. O Brasil agradece pois a cada ato gera milhões de reações contrarias não só da direita mas de pessoas indecisas que passam a ver sua verdadeira cara sem que a direita precise gastar nenhum centavo para mostrar. (Leonardo Bezerra)