Uma vergonha; políticos esquerdistas usam pandemia para se promoverem e atacar o governo

23/03/2020

Esquerda mostra o que realmente é; uma praga ainda pior que coronavírus. Enquanto o governo trabalha incessantemente para o bem da nação com ações em todos os níveis para o combate e contenção da doença, políticos de esquerda aproveitam-se para promover-se querendo passar por cima do governo federal e criticando tudo que o governo faz, com apoio da mídia, levando uma ideia errada ao povo.

Semana passada foi marcada por oportunistas dando uma de presidentes, como salvadores da pátria, com o único fim de se promoverem. Fora de sintonia com o governo, tentam promover o caos em seus estados para depois culpar Bolsonaro.

Uma das ideia macabras principalmente de dois deles, governadores do Rio e de São Paulo, seria o fechamento das rodovias. Isso geraria um caos no abastecimento e inclusive a paralisação até da fabricação de medicamentos pois não há nenhum estado totalmente autônomo que possua todas as matérias primas. Portanto a circulação de materiais primas, equipamentos, combustíveis, etc. é totalmente indispensável.

A ideia furada tinha a finalidade apenas de gerar confusão e medo além do desabastecimento. Só mesmo uma pessoa sem visão ou imbuído de muita maldade para aparecer com uma ideia dessas.

De olho nas eleições de 2022, para tentarem se perpetuar no cargo, Dória e Witzel, aproveitaram todas as chances que tiveram diante dos microfones, não para falar em organização de combate ao coronavírus, mas para atacarem Bolsonaro e se autopromover, tornando cada aparição em público num palanque eleitoral. Uma vergonha, que não passou desapercebida dos brasileiros.

Doria, que é tido como o pior governador de São Paulo dos últimos tempos, que inclusive levou um sonoro "vai tomar..." nas manifestações na Av. Paulista no dia 15, se acha o verdadeiro presidente do Brasil. Tenta passar por cima de atribuições que são de exclusividade do Presidente.

Em entrevista à CNN Brasil, (que por enquanto ainda não mostrou as garras vermelhas), sábado dia 21, Bolsonaro disse o seguinte:

"Para falar a verdade, porque eu não vou fugir dessa característica, é um lunático. Está fazendo política em cima deste caso. Ora é um governador que nega ter usado o meu nome para se eleger governador, então eu lamento essa posição política dele. Ele está aproveitando desse momento para querer crescer politicamente. O assunto no meu entender, tem que ser voltado exclusivamente para esse problema que temos pela frente que é o coronavírus. Essa é a cerne da questão".

Mas não são apenas governadores que mostram tremenda insensibilidade diante da terrível situação por que passa o Brasil. As mídias continuam sua guerra, agora declarada. Globo com panelaço, num momento em que ninguém está interessado nisso, só dá fora.

A mais recente vermelhinha, a Band, comprada ano passado por um grupo chinês comunista, manteve-se escondida por algum tempo. Mas agora começa a mostrar suas garras com críticas ao governo e de fininho, ainda de forma disfarçada, mostra os grandes avanços da China. Um verdadeiro Cavalo de Tróia que se infiltrou na calada da noite em nosso país.

Contra tudo isso e muito mais o "capitão" só tem uma resposta; a melhor equipe de governo de todos os tempos, lutando em conjunto sob suas ordens numa harmonia, inteligência e criatividade como nunca se viu.

Nenhuma outra equipe de governo estaria tão capacitada nestes momentos, se não fosse esta escolhida por Bolsonaro.

Se por acaso estivéssemos sob governo do PT, o caos já estaria generalizado e a mortandade superaria até a da China, pois como se sabe o sistema de saúde brasileiro não está capacitado para uma pandemia.

Assim, só homens, lúcidos, inteligentes, coerentes e especialistas conseguem lidar com essa situação e trazer aos brasileiros tranquilidade e ordem com o uso de todos os recursos disponíveis. (Leonardo Bezerra)